Marketing

Técnicas para aumentar as conversões do seu aplicativo


O blog da Resultados Digitais divulgou uma matéria elencando alguns fatores decisivos para aumentar as conversões em aplicativos. Confira todas as dicas:


Comece olhando para as taxas de conversão do seu funil
Calcule a porcentagem de conversões do seu app através do número de visualizações do seu aplicativo pelo número de downloads que ele receber.
Para aumentar essa porcentagem de conversão, o primeiro passo é observar o que os seus consumidores estão dizendo sobre o seu aplicativo, principalmente as avaliações feitas diretamente nas app stores.

De acordo com uma pesquisa realizada em 2015 pela Apptentive, apenas 50% dos consumidores irão considerar baixar seu aplicativo caso ele tenha uma média de apenas 3 estrelas. Essa taxa aumenta para 96% caso as avaliações resultem numa média de 4 estrelas.


 
Defina metas para atingir o sucesso
Para conseguir medir se os seus esforços estão dando resultado, defina metas e acompanhe a evolução dos seus downloads e avaliações nas app stores.
É importante que as metas sejam desafiadoras e ao mesmo tempo alcançáveis, para que sejam batidas de tempos em tempos e gerem motivação para o time de growth.

 

Além dos downloads, meça também as seguintes métricas:

- Lifetime value (tempo de vida dos usuários dentro do seu app);
- Canais de aquisição de downloads (orgânicos ou pagos);
- Custo de aquisição de clientes;
- Taxa de retenção.


Otimização para as app stores (ASO)
Além do Google, não esqueça que as app stores também possuem seus próprios algoritmos de ranqueamento. Levando em conta que 63% dos aplicativos são encontrados nas app stores, é importante ficar atento principalmente a esses fatores:
 
- Nome do aplicativo: Esse é o principal item que irá melhorar o seu posicionamento nas app stores;
- Palavras-chave: Ao publicar o aplicativo, você pode definir um conjunto de palavras-chave para auxiliar os motores de busca a encontrá-lo, assim como o Google, por exemplo. Para isso, você deve pesquisar quais são as palavras que os usuários buscam para encontrar seu aplicativo.
- Classificações e reviews: Peça para os usuários avaliarem o seu aplicativo nas stores sempre que atingirem alguma forma de sucesso dentro do app. Ter avaliações positivas aumentará o seu ranqueamento e, além disso, todo o feedback é bem-vindo para melhorar seu produto. Não deixe de responder os usuários, agradecendo-os independentemente da classificação que eles atribuíram ao seu aplicativo.
- Descrição do aplicativo: Nesta área, é muito importante enumerar todas as funcionalidades e vantagens do seu app, assim como mencionar depoimentos e prêmios de destaque. Não esqueça, porém, de introduzir as keywords que forem identificadas como relevantes para o seu segmento e modelo de negócio.
- Screenshots: Utilizar imagens que ilustrem as funcionalidades do seu app pode ser um fator decisivo para o download do seu aplicativo. São os screenshots que efetivamente convencem o usuário de que o app poderá ajudá-lo. Portanto, não deixe de aproveitar essa oportunidade tanto na Google Play como na Apple Store.
 
Principais passos para você praticar growth hacking nas app stores:
1) Pesquisa - Descubra as palavras-chave que os seus potenciais clientes irão utilizar para encontrar seu aplicativo. Existem ferramentas que podem auxiliar você nesse processo, como o Google Keyword Planner, Google Trends e Keywordtool.io.
2) Otimização - Otimize o título do seu aplicativo, palavras-chave, descrição, screenshots e preview de vídeo com essas palavras-chave. É possível alterar essas keywords de tempos em tempos para comparar e medir os resultados.
3) Acompanhe - Atualize os campos necessários nas app stores e monitore as palavras-chave que você quer otimizar.

 

Avalie o engajamento dos usuários através de push notifications
A ferramenta de push notifications é bastante utilizada para fazer o usuário revisitar o seu aplicativo, que pode estar esquecido nas dezenas de apps baixados dentro do smartphone.
O erro mais comum ao utilizar esse artifício é enviar notificações que não fazem sentido necessariamente ao momento, comportamento ou interesse do usuário, e obviamente não surtem o efeito esperado.
Tome cuidado com a frequência das mensagens também; incomodar o usuário quase todo o dia enviando uma notificação sem sentido pode fazer com que ele desative os push notifications do seu aplicativo.

 

Confiram os exemplos do Netflix e Google, que tiram proveito dessa técnica de uma forma muito interessante.
No exemplo da esquerda, é um push que o Netflix enviou para todos os usuários que haviam assistido à primeira temporada de House of Cards, avisando-os de que a segunda temporada já estava no ar.

À direita, trata-se de uma notificação do Google, alertando para o usuário que ele saia em 5 minutos se quiser chegar a tempo para a sua consulta no dentista marcada no calendário.
Em ambos os casos, as taxas de revisita do aplicativo (similar à taxa de clique do email) foram altíssimas, afinal de contas são extremamente eficientes de acordo com o comportamento do usuário, fazendo sentido para ele.


Para ver o post completo acesse: http://resultadosdigitais.com.br/blog/growth-hacking-mobile-tecnicas-aumentar-conversoes-aplicativo/ 

Comentários

VEJA TAMBÉM...