Negócios

Android supera IOS em 2013

E você editor, já publicou a sua revista no Android? Conheça o AppPri


E você editor, já publicou a sua revista no Android? Conheça o AppPrime em www.mavenflip.com.br/aplicativos.htm 

Venda de tablets Android no mundo duplica e sistema destrona iOS em 2013

As vendas de tablets no mundo alcançaram 195,4 milhões de unidades em 2013, um crescimento de 67,97% em relação a 2012, de acordo com levantamento do Gartner divulgado nesta quinta-feira, 6. Grande parte desse aumento é creditada a aparelhos low-end equipados com o sistema operacional Android, o que acabou levando a plataforma do Google a tomar a liderança da Apple no mercado global no ano passado.

Em 2012, o iPad foi responsável por 52,8% das vendas de tablets no mundo, enquanto o Android ficou com 45,8%. O jogo mudou e no ano passado o sistema do Google mais do que dobrou (crescimento de 126,77%) e ficou com 61,9% do mercado, ou 120,961 milhões de dispositivos vendidos. O iOS (incluindo a versão de sete polegadas, o iPad mini) vendeu 14,54% mais do que em 2012, totalizando 70,4 milhões, mas acabou o período com 36% do mercado.

O desempenho do Android foi direcionado especialmente pelas vendas em mercados emergentes com produtos low-end. De acordo com o Gartner, esses mercados mostraram crescimento de 145% nas vendas em 2013, enquanto os mercados maduros cresceram 31%. Por outro lado, o iPad ainda é forte entre os produtos high-end e a versão mini do aparelho tem visto mais participação, ainda segundo a empresa.

O único outro player relevante do mercado foi o Windows, que cresceu 246,84% e fechou o ano passado com 2,1% de market share, um total de 4,031 milhões de tablets vendidos. O Gartner considera que, para crescer no setor, a Microsoft precisa melhorar a proposta de ecossistema para consumidores e desenvolvedores.

Fornecedores

Considerando apenas os fabricantes, e não mais os sistemas operacionais, a Apple continua líder com 36% do mercado, embora tenha perdido 16,8 pontos percentuais em comparação com 2012. A Samsung cresceu 335,88% e totalizou 37,412 milhões de unidades vendidas, fechando o ano com 19,1% de participação. Outra empresa que cresceu para quase triplicar (198,39%) as vendas foi a Lenovo, que fechou o ano com 6,526 milhões de tablets vendidos.

Entretanto, a Asus é a terceira em volume de vendas, com 11,039 milhões de dispositivos (aumento de 76,28% e participação de 5,6%), seguida de Amazon (9,402 milhões, participação de 4,8%) e, enfim, a Lenovo. Ressalta-se, porém, que a venda de outras marcas menores, juntas, totalizou 60,656 milhões em 2013, aumento de 101,23%. Isso significa que, com 31% de participação, esse grupo de pequenos fornecedores de tablets só perde para a Apple.

Ultramóvel

A companhia de pesquisa considera que os tablets são parte da categoria "ultramóvel", que inclui aparelhos em forma de concha (dobráveis, com duas telas separadas) e híbridos com smartphones ou computadores. Naturalmente, o tablet no modelo tradicional é o mais comum, sendo responsável por 90% de todas as vendas desse segmento. Considerando tudo, o total de vendas em 2013 foi de 216 milhões de unidades. Os dispositivos dobráveis ficaram com 8% e os híbridos com 2% de participação.

O Gartner prevê que os consumidores começarão a migrar para os híbridos em 2014, "satisfazendo usuários que não querem lidar com múltiplos dispositivos ou que querem ficar atualizados com a última tendência da computação".

Comentários

VEJA TAMBÉM...