Tecnologia

Autoridades de Liverpool usarão Blockchain para controlar emissões de carbono

Medida visa reduzir a emissão de carbono em 40% até 2030


Autoridades de Liverpool planejam utilizar soluções de blockchain para controlar as emissões de carbono. A ideia é utilizar a ferramenta para apresentar ao público a quantidade de carbono jogado na atmosfera para fabricação do sapato que foi comprado, por exemplo. Para essa empreitada, a cidade contará com o apoio da startup Poseidon Foundation, que é uma empresa especializada em desenvolver soluções ecológicas baseadas em blockchain.

A solução encontrada pelas autoridades é o desenvolvimento de uma solução que torna acessível para pequenas empresas e moradores da cidade as informações sobre os créditos de carbono consumidos. A utilização de blockchain pode ajudar a regular as empresas da região para que elas não acabem ultrapassando sua cota de créditos de carbono e precisando pagar uma multa por isso.

Vale ressaltar que 1 crédito de carbono corresponde a 1 tonelada de dióxido de carbono (para emissão de outros gases é necessário checar a correspondência em créditos de carbono) e que o valor da compra de um crédito extra deve ser menor que o valor da multa aplicada para quem ultrapassa a sua cota.

A Fundação Poseidon também está planejando o lançamento de Tokens Ocean, que servirão para financiar empresas envolvidas no plantio de árvores também através de uma plataforma baseada em blockchain.

Comentários

VEJA TAMBÉM...