Tecnologia

BMW quer coibir trabalho infantil utilizando sistema de Blockchain

Empresa está usando o blockchain para coibir o trabalho infantil em minas de Cobalto


O cobalto é um metal que possui diversas utilizações no dia-a-dia. Entre elas podemos citar a utilização em turbinas a gás de aviões, além do tratamento de câncer e produção de baterias para dispositivos eletrônicos e carros elétricos. Mas o que isso tem a ver com tecnologia?


A BMW está investindo em um sistema que utiliza blockchain para rastrear a origem do cobalto utilizado na produção das baterias automotivas dos seus carros elétricos para evitar que o material venha de minas que utilizam trabalho infantil.


A preocupação da origem do material aumentou após a rede americana CBS ir até as minas de cobalto na República Democrática do Congo e flagrar crianças de 11 anos trabalhando na extração do material. Vale ressaltar que o cobalto extraído no Congo corresponde a mais de 50% do minério utilizado no planeta.


Com essa iniciativa da BMW, o cobalto utilizado pela empresa será totalmente rastreável desde sua origem até a entrega do produto final. Isso vai possibilitar a ação de auditorias na origem da matéria prima.


Com a crescente demanda por carros elétricos, é questão de tempo que as empresas busquem cada vez mais as minas de cobalto. Ter a possibilidade de rastrear e garantir a origem desse material será cada vez mais importante para que a preocupação com o meio ambiente não acabe se tornando um problema social para outras partes do mundo.

Comentários

VEJA TAMBÉM...