Tecnologia

Apple anuncia troca de Intel por chips próprios

Chips Intel serão trocados por Apple que pretende usar seus próprios processadores a partir de 2020


Chips Intel serão trocados por Apple que pretende usar seus próprios processadores a partir de 2020 - Baguete

A gigante Apple está planejando substituir os chips Intel, utilizados até então, por processadores próprios em seus computadores Mac e já tem data prevista para tal substituição: o ano de 2020. De acordo com a Bloomberg, a empresa ainda está na fase inicial do projeto de substituição e batizou a iniciativa de Kalamata.

A operação faz parte de uma estratégia ainda maior, onde num futuro todos os dispositivos da Apple possam funcionar de forma integrada. Assim não só os Mac, mas também, os ipads e iphones tenham maior interação.

Para a Intel, esse processo deve ser um tanto quanto doloroso, já que 5% de sua receita vem por meio do seu fornecimento de chips para produtos Apple. Por conta do laço entre as duas empresas ainda no início do sucesso do Mac, essa nova transição será um significativo golpe.

Já para a Apple, esse é um momento decisivo pois os processadores Intel são um dos únicos componentes principais em suas máquinas que são projetados por outra empresa. O resultado dessa troca vai permitir mais liberdade para inovação e confecção em prazos estipulados pela própria empresa, sem a necessidade de aguardar e confiar no trabalho de outra.

Atualmente todos os Iphones, Ipads, Apple tvs e Apple Wathes tem seus próprios processadores projetados com base na tecnologia de Arm Holdings. O que possibilita que a Apple lance novos modelos de acordo com sua determinação de tempo.

O próximo passo da empresa é a criação de um processador capaz de atingir os níveis de desempenho exigido por desktops e workstations e ainda portar aplicativos. Ou emular o x86 bem o suficiente para executar o código existente na arquitetura do host.

Parece que teremos grandes mudanças vindo por aí. Mas não podemos esquecer que a Apple já vinha anunciando intenções em relação ao uso de processadores próprios desde 2012.

Comentários

VEJA TAMBÉM...