Tecnologia

Google Tradutor offline conta agora com apoio de Inteligência Artificial

Google disponibiliza versão offline de tradutor com apoio de IA para IOS e Android


A gigante Google anunciou oficialmente no último dia 12 que a sua ferramenta de Tradução agora funciona de forma offline e passa a contar com uma tradução feita por Inteligência Artificial. Na data, a novidade foi liberada para apenas 1% do total de seus usuários (tanto IOS quanto Android). Mas já no dia seguinte, 99% dos usuários tinham acesso a novidade.

A empresa liberou o NMT ou "Neural Machine Translation" para funcionar nas plataformas IOS e Android mesmo quando os dispositivos não tiverem conectividade com a internet. O que tende a melhorar (e muito) é a precisão da tradução feita. A ideia é que funcione de maneira tão boa quanto a versão online, que conta com a disponibilidade do NMT há dois anos.

Quando questionados sobre a demora para a versão offline boa o suficiente para uma ferramenta que é tão utilizada, os representantes da Google afirmaram que a demora se deu por questões técnicas. E que só agora a empresa tinha conseguido fazer com que funcionasse de maneira leve o suficiente para que fosse capaz de processar localmente mesmo em dispositivos de entrada, com hardware básico.

Para que você possa utilizar a novidade, basta baixar (ou atualizar) o pacote de idiomas que vem armazenado localmente no Tradutor. Após esses passos, o NMT será trazido automaticamente e deve passar a funcionar normalmente no dispositivo.

A grande vantagem de atualizar o seu pacote e utilizar a versão NMT é que essa traduz de maneira que leva em conta frases inteiras, assim acertando concordâncias verbais e o contexto da frase. Sem a atualização, o app traduz palavra por palavra, o que acarretava em erros grotescos quando o usuário tentava traduzir uma frase inteira.

No modo offline estão disponíveis 59 línguas, de diferentes partes do mundo. E para ativá-las, basta acessar o Menu lateral do seu Tradutor e ativar o botão "Tradução Offline". Pronto para uso.

Comentários

VEJA TAMBÉM...