Tecnologia

Primeira rede 4G dedicada a Internet das Coisas é ativada no Brasil

TIM ativa primeira rede 4G para IoT no país


Tecnologia com suporte a IoT chega no Brasil

A empresa de telefonia móvel, TIM, ativou a primeira rede 4G para Internet das Coisas no Brasil. Como a tecnologia IoT (Internet of Things ou Internet das Coisas, em português) precisa de uma conexão boa e constante para seu funcionamento pleno, a TIM entendeu que os testes deveriam começar imediatamente para preparar o Brasil a 5ª geração geração de redes móveis (5G), na qual é utilizada para o funcionamento da tecnologia iOT.

A ativação da primeira rede IoT está sendo testada na cidade de Santa Rita do Sapucaí, em Minas Gerais. A novidade funciona na frequência de 700 MHz e aumenta entre 30% e 40% a cobertura tradicional em relação ao uso dos smartphones. E ainda conta com a vantagem do menor consumo de bateria para aplicações de Internet das Coisas.

O município utilizado para os testes é tido como polo de formação para engenheiros da telefonia móvel no país. A cidade passa a operar com a rede chamada Narrow Band IoT (NB-IoT) da TIM, aprovada pelo grupo mundial 3GPP para uso comercial.

"Com a NB-IoT pode-se desenvolver dispositivos de baterias com tempo de duração entre 5 a 10 anos, fundamental para essas aplicações", comenta o CTO da TIM, Leonardo Capdeville.

A operadora TIM informa também que o objetivo agora é expandir a área de cobertura. Para isso, ela planeja expandir a NB-IoT para mais de mil cidades brasileiras que já contam com a cobertura da operadora.

"Elas ficarão imediatamente à disposição das aplicações de IoT, e, até 2020, poderá chegar nas 4 mil cidades onde estaremos presentes com a LTE em 700 MHz", adianta Capdeville.

Após o início do funcionamento pleno no país, o serviço será disponibilizado a partir da demanda segundo informa a operadora TIM. O projeto conta com o software da Inatel, a plataforma IoT da Ericsson e promete ser facilmente adaptado a redes que já oferecem sinal para smartphones.

Comentários

VEJA TAMBÉM...