Tecnologia

Alunos da FIAP criam solução para distribuição de remédios utilizando blockchain.

Projeto ganhador do hackathon da faculdade de informática e administração busca destinar de forma correta as amostras grátis de medicamentos.


Foram anunciados os ganhadores do hackathon da FIAP em parceria com Bomesp (Bolsa de Moedas Virtuais Empresariais de São Paulo) e o projeto vencedor se propõe a destinar amostras gratuitas de medicamentos para a parcela correta da população.

Recebendo o prêmio de 2.000 Niobiuns (NBC), a proposta do hackathon era aliar a tecnologia das blockchains e criptomoedas com um projeto de utilidade pública.

A solução vencedora visa reduzir os custos das empresas da indústria farmacêutica como um todo, otimizando a distribuição, gestão de produtos com base nos prazos de validade e acessando informações sobre a disponibilidade de medicamentos. Além disso, a tecnologia blockchain ainda permite ter controle e fazer auditorias no processo logístico, visto que as informações são acessadas de forma facilitada.

O diretor da Bomesp, Fernando Barrueco, informou que vai buscar formas de colocar a solução à disposição para o mercado.

"Vamos estudar agora formas de colocar o projeto em prática; nós dispomos de tecnologia avançada na Bomesp, o que nos permite implementar o sistema no caso de alguma empresa da indústria farmacêutica se interessar", afirmou Barrueco

Esse tipo de Hackathon é importante para disseminar o conhecimento sobre a tecnologia enquanto são produzidas cada vez mais soluções que distanciam as blockchains do setor financeiro.

Comentários

VEJA TAMBÉM...