Tecnologia

Google aciona tecnologia que liga aparelhos de surdez a Android

A Google desenvolveu nova tecnologia que conecta devices Android a aparelhos de surdez


Em parceria com a empresa GN Group, líder no mercado de soluções inteligentes para pessoas com deficiência (ou baixa capacidade) auditiva, a Google comunicou oficialmente que está implementando uma tecnologia que permite que aparelhos Android se comuniquem com aparelhos de surdez.

De acordo com a gigante americana, isso vai ser possível utilizando a conexão Bluetooth de baixa energia que foi batizada de Audio Streaming for Hearing Aids, a ASHA. (ou "transmissão de áudio para aparelho de surdez"). A Google e a GN afirmam que a tecnologia ASHA vai oferecer baixa latência e alta qualidade de áudio com o mínimo de impacto na duração da bateria. Ambas prometem que o próximo passo será possibilitar o controle do aparelho através do dispositivo móvel, assim como ouvir música e fazer chamadas.

A nova empreitada da Google é de grande valor social, mas também tem uma grande visão de mercado envolvida. A Organização Mundial de Saúde constatou que aproximadamente 466 milhões de pessoas têm deficiência auditiva incapacitante, o que significa que elas não podem trabalhar ou necessitam de vagas especiais. E a previsão é que esse número suba para 900 milhões até 2050. Ou seja, quem começar a produzir tecnologia específica para esse público agora e conseguir ter um bom desempenho na área, poderá ser dono de uma grande fatia do mercado daqui a alguns anos.

A Apple, maior concorrente da Google, já tem sua própria tecnologia de áudio via Bluetooth para aparelhos de surdez. Inclusive, funciona com alguns modelos de aparelhos da GN (parceira da Google na empreitada), que são chamados de "Made for iPhone Hearing Aids". Parece que a previsão de que esse nicho de mercado se multiplique é bem considerável, já que temos as maiores empresas tecnológicas do planeta desenvolvendo para eles.

Comentários